• Danielle Lins

Hoje a pauta somos nós - Dia do jornalista

Atualizado: 13 de mai. de 2021


Foto de 2015 - Concluindo a faculdade / Créditos: Flávio Fructuoso
Foto de 2015 - Concluindo a faculdade / Créditos: Flávio Fructuoso

Tudo começou com um teste vocacional. No ensino médio eu pretendia prestar vestibular para Direito, mas não tinha certeza se era o que realmente queria, até que no último ano, nos “35min do segundo tempo”, fiz um teste vocacional e entre as opções apareceu jornalismo. Ao me aprofundar sobre o curso me encantei.


Hoje, passa um filme na cabeça, são seis anos exercendo a profissão, tantas lembranças, pessoas que tive a oportunidade de conhecer ao longo do caminho, desde à faculdade até o mercado de trabalho, além das lições adquiridas, a importância de se trabalhar em parceria e a constante necessidade de se reinventar diante das mudanças do mercado.


Confesso que muito da minha essência empreendedora aflorou por conta do jornalismo, sou curiosa e inquieta, amo explorar novos lugares, além de ter o hábito de registrar os pensamentos no papel para “higienizar” a mente, não poderia ter escolhido profissão melhor, né? Na verdade, costumo dizer que o jornalismo me escolheu.


Sim, tenho orgulho de ser jornalista, mesmo sabendo dos momentos difíceis que a classe enfrenta, pois o que seria da sociedade sem o jornalismo? São esses profissionais que trazem à tona os acontecimentos da história e, através deles, a população segue informada.


Já dizia Gabriel Garcia Marquez: "Pois o jornalismo é uma paixão insaciável que só se pode digerir e torná-lo humano por sua confrontação descarnada com a realidade. Ninguém que não a tenha sofrido pode imaginar essa servidão que se alimenta dos imprevistos da vida. Ninguém que não a tenha vivido pode conceber, sequer, o que é essa palpitação sobrenatural da notícia...Ninguém que não tenha nascido para isso e esteja disposto a viver só para isso poderá persistir num ofício tão incompreensível e voraz, cuja obra se acaba depois de cada notícia como se fora para sempre, mas que não permite um instante de paz enquanto não se recomeça com mais ardor do que nunca no minuto seguinte."


Desejo muita força e resistência aos colegas de profissão em meio a essa jornada empolgante.


Feliz Dia para todos nós!



Gostou desse conteúdo? Clica no coração ao lado, deixa o seu comentário e compartilha com mais pessoas.

2 visualizações0 comentário